::MENU SALAS::

DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA A SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS

80.000 VISITAS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS) AMIGOS(AS) - 80.000 VISITAS - OBRIGADA JESUS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS)AMIGOS(AS) - 80.000 VISITAS OBRIGADA JESUS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS)AMIGOS(AS) - 80.000 VISITAS - OBRIGADA JESUS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS) AMIGOS(AS)

::Perfil::


Sou Edimar Suely da cidade do Rio de Janeiro, Brasil.
Sou viúva, tenho 55 anos, um filho maravilhoso de 28 anos, chamado Alex e estou de bem com a vida. Sou recém-convertida, passei pelas águas há pouco mais de três anos e congrego pela denominação Congregacional.
Gosto: De Jesus, da Palavra, da oração, da minha família, de escrever (estou no momento, escrevendo mais dois livros - O que elas tinham que eu não tenho e Quero trabalhar, mas não tenho espaço),de postar mensagens em meu blog e visitar meus amigos virtuais, a maioria, mais chegados que irmãos.
Não Gosto: De "irmãos" que nada fazem e impedem que façamos; de "irmãos" maledicentes, que nos levam pra baixo com seus péssimos testemunhos; de "irmãos" que não levam Deus a sério; de idolatria; de "irmãos" que desconhecem o SIM e Não e de "irmãos" que tem o péssimo hábito de não devolver o que lhes é emprestado.

edi.suely@hotmail.com
edimarsuely@gmail.com
edi.suely@yahoo.com.br
edi.suely2@yahoo.com.br

::MASCOTES ADOTADOS PELO BLOG::




::FACA SEUS CONGRESSOS E VIAGENS COMIGO::

::MURAL 1::

 

::MURAL 2::

 

 

::MURAL 3::

      

::MURAL 4::


::QUE HORAS SÃO?::

Grande é o Senhor mp.Stop

 


Histórico:

- 05/09/2010 a 11/09/2010
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 01/08/2010 a 07/08/2010
- 04/07/2010 a 10/07/2010
- 27/06/2010 a 03/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 23/05/2010 a 29/05/2010
- 09/05/2010 a 15/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 11/04/2010 a 17/04/2010
- 04/04/2010 a 10/04/2010
- 28/03/2010 a 03/04/2010
- 21/03/2010 a 27/03/2010
- 14/03/2010 a 20/03/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 28/02/2010 a 06/03/2010
- 21/02/2010 a 27/02/2010
- 07/02/2010 a 13/02/2010
- 31/01/2010 a 06/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 27/12/2009 a 02/01/2010
- 06/12/2009 a 12/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 04/10/2009 a 10/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 06/09/2009 a 12/09/2009
- 30/08/2009 a 05/09/2009
- 23/08/2009 a 29/08/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:





Top Sites


Top30 Brasil - Vote neste site!
Concurso de sites Top30.






Créditos:
Lay: Sandra
Html: Cristiny On line

AINDA NÃO ACEITOU JESUS?

NENHUMA DESCULPA É ACEITÁVEL...
Quando procurar desculpas para Deus não usá-lo, lembre-se das seguintes pessoas:
1. NOÉ era bastante chegado à bebidas fortes;
2. ABRAÃO era muito velho;
3. ISAAC era um partidarista e até injusto;
4. JACÓ era mentiroso e inseguro;
5. LIA era feia, tinha defeito nos olhos;
6. JOSÉ foi escravo e assediado;
7. MOISÉS foi um assassino (como Davi e Paulo);
8. ESTER era órfã e prisioneira de guerra;
9. GIDEÃO era pobre e medroso;
10.SANSÃO era co-dependente e tinha cabelos muito grandes;
11.RAABE era prostituta;
12.DAVI era adúltero;
13.JEREMIAS e TIMÓTEO eram muito jovens;
14.ELIAS era depressivo - suicida;
15.ISAÍAS pregou nu;
16.JONAS fugiu de Deus;
17.NOEMI era viúva;
18.JÓ perdeu tudo;
19.JOÃO BATISTA comia gafanhotos;
20.JOÃO era muito introspectivo;
21.Os DISCÍPULOS dormiam, enquanto Jesus orava;
22.MARTA se preocupava demais com tudo;
23.FELIPE via dificuldades em tudo;
24.MARIA MADALENA era endemoniada;
25.O GAROTO com pães e peixes era um "notável" desconhecido;
26.A MULHER SAMARITANA teve muitos homens;
27.ZAQUEU era muito baixo;
28.PEDRO era impulsivo, temperamental e negou a Jesus 3 vezes;
29.MARCOS tinha desistido de tudo;
30.TIMÓTEO tinha úlcera no estômago;
31.TOMÉ tinha muitas dúvidas;
32.E LÁZARO - já havia morrido!!!

E agora, qual é a sua desculpa?
(desconheço a autoria)

 

 



    

"PROCURA-SE UM PASTOR”
"PROCURA-SE UM PASTOR”

Regenerado, que tenha vida de pastor, Um pastor que tenha cara de pastor, coração de pastor, postura de pastor.

Esse pastor poderia ser até de origem humilde, sem o grau de "latus census" ou "restritus census". Que tenha apenas "bom census" de levar a sério o seu chamado de "ganhador de almas, amigo do rebanho, pregador da Palavra, intercessor em oração pela sua IGREJA, porta-voz da sã doutrina, líder respeitado, manso e cordato".

Procura-se um pastor que esteja de joelhos diante do Pai, pois é a única forma de não cair;

Um pastor que sorri com os que sorriem, e chora com os que choram, que visite o pobre, e também o rico; que ame o bonito, e acolha também o feio; que se importe com a dor de um idoso e com a alegria de um jovem.

Um pastor que não busque a glória dos homens, mas a glória de Deus, que não esteja envolvido na política, que não esteja de olho nas recompensas terrenas, mas nas celestiais.

Um pastor que saiba ser homenageado, rendendo glórias a Deus, e saiba também resignar-se quando for esquecido.

Um pastor segundo o coração de Deus.

Procura-se esse pastor.

Um pastor que diga a verdade, pela Bíblia, doa a quem doer, sem, contudo, jamais perder a ternura. Que use a Bíblia Sagrada do jeito que era usada no passado não muito distante.

Que use a Bíblia como revelação de Deus. Aliás, uma boa bíblia tradicional e fiel, e não as publicações "à la carte" (bíblia para idosos, para mulher, para jovens, para gays, para empresários, etc.). Não importa que tenha capa preta e letras de tipos antigos.

Que use a Bíblia acreditando nela. Confiando em seus escritos, linha por linha, letra por letra.

Que creia em sua inerrância e em sua total confiabilidade. Que a use no púlpito, não por pretexto para eventos sociais, políticos ou comerciais, mas como Palavra de Deus, revelação divina para todos os povos.

Alias, Procura-se um pastor que goste de púlpito. Sim, porque o tablado das “modernas igrejas”, tem abrigado toda sorte de coisas, menos um púlpito.

Lá encontram-se pranchas de surf, out-doors, baterias, guitarras, pandeiros, atabaques, porta-microfones, câmeras, luzes, vale de sal, réplicas de antigos santuário de sacerdotes, castiçais de Israel, óleos de Jerusalém, cartazes comerciais, "links" ao vivo para a tv e internet, mas dificilmente se encontra um púlpito.

‘Para aqueles pastores que não estão familiarizados, púlpito é aquele móvel que os pastores antigamente usavam para colocar as suas bíblias e pregar a Palavra de Deus’.

Procura-se um pastor que não seja show-man ‘o centro das atenções’, que não precise concorrer com os chamados "levitas" ou os animadores do "auditório gospel".

Procura-se um pastor que goste de templo. Não precisa ser um grande templo, nem um pequenino templo. Não precisa ter torre, relógio e cruz, nem tampouco ter um órgão de tubo e um vestíbulo. Apenas um templo, seja de tijolos, de barro ou de bambus. Se for grande, muito bom. Se for pequeno, bom também. Se tiver ar condicionado, ótimo. Caso contrário, não haverá problema, desde que esse pastor tenha consciência que "a minha casa será chamada CASA DE ORAÇÃO". (citação das palavras de Jesus em Mateus 21.13).um lugar reservado para adoração a Deus, um lugar onde as pessoas se consagrem para a oração, a meditação, o respeito e a dedicação a Deus. Não são bem-vindos aqueles que se contentam apenas com as antigas ‘grandes’ agências bancárias, os grandes auditórios, ex-cinemas, ex-fábricas, ou ex-ginásios esportivos apropriados somente para as modernas "aeróbica cristã", que faz com que os participantes suem tanto quanto uma boa aula de ginástica.

Procura-se um pastor que cante hinos. Um pastor que ainda ouse usar um "Cantor Cristão", um "Hinário para o Culto Cristão", um "Hinário Evangélico," uma "Harpa Cristã", um "Melodias de Vitória", um "Salmos e Hinos" ou outro hinário que contenha as nossas preciosidades cristãs.

Um pastor que ouse cantar coisas que vão de encontro à música chamada "do momento", mas ao encontro do coração de Deus, em adoração firmada em verdades da Palavra do Senhor, e não em palhas e restolhos de emoção fútil, ‘ esses novos “MANTRAS ESPIRITUAIS”, que levam seus ouvintes ao completo delírio.

Um pastor que não tenha um "hit parade", “as preferidas”, ou um índice das "10 mais de hoje", mas cante músicas ATEMPORAIS, de ontem, de hoje e de sempre, músicas concretas, profundas e permanentes.

Procura-se um pastor que seja renascido. Não reencarnado, pois reencarnação não existe (cf Hebreus 9.27). Mas um pastor que foi regenerado pelo novo nascimento, através de sua conversão à Cristo (Cf. João cap. 3 e II Co 5.17).

Um pastor que abre as portas da sua igreja para o povo do mundo, mas coloca um aviso:

"o pecador é bem-vindo; o pecado não!".

Um pastor que leve a sério e pratique o que aprendeu, que procure ser "luz para o mundo" e "sal para a terra", que manifeste as "virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz". Que cuide para que seu rebanho não fume, não beba álcool, “nem uma cervejinha”, que não use drogas, que não fale palavrões, exija de seus membros uma vestimenta decente, um namoro moralmente aceitável, um casamento que possua "leito sem mácula", que não pratique sexo antes do casamento, “nem fora dele”, que não seja escravizado pelo entretenimento, que não tome a forma do mundo, mas que renova dia a dia o seu entendimento pela Palavra da Verdade que ele pregue.

Um pastor que não tenha receio de firmar posturas indigestas à maioria de outros pastores. Procura-se esse pastor. Não um do tipo profissional que comprou o “DIPLOMA DE PASTOR RELIGIOSO", mas aquele que foi chamado pelo “Pai celestial".

De preferência um pastor que não tenha especialização em vendas, "tele-marketing", venda de consórcios ou carnês do baú. Também não precisa ser especialista em análise de mercados e doutor em planos mirabolantes de crescimento de igreja. Nem tampouco Excelência total.

Procura-se esse pastor que esteja mais interessado em pastorear cada um como um filho discipulando dia a dia, que não conte cada ovelha como um número. Que use a bíblia, não o "manual de igrejas do sucesso" ou "plano de restauração do propósito do discipulado dos grupos da unção" , ou quaisquer outros “enlatados do mercado das inovações evangélicas”.

Aos que souberem do paradeiro desse PASTOR, favor ligarem (falar com o Espirito Santo) pois existe um povo de bom censo dentro de muitas igrejas que querem esse PASTOR.

O ESPIRITO SANTO, se encarregará de encaminhar ESSE PASTOR a pastorear aos que querem ser PASTOREADOS.

Nota: E me avisem também...

Texto Compilado e Modificado.

VOCÊ PODE ATÉ VIVER SEM JESUS, MAS MORRER SEM ELE SERÁ TERRÍVEL!

A PAZ DO SENHOR A TODOS (AS)!



- Postado por: edisuely às 10h34
[
] [ envie esta mensagem ]

 



RELIGIÃO COMO ENFEITE

Olá,

Após um mês, terminou a festa de 4 anos do espaço Jesus Minha Rocha. Foram mais de 500 comentários, louvado seja Deus. Obrigada a cada um de vocês que visitou, deixou ou não seu recadinho e presenteou ou não com seus mimos graciosos. Deus abençoe ricamente a todos.

RELIGIÃO COMO ENFEITE

“Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles; de outra sorte não tereis recompensa junto de vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 6.1)

Há um site de humor que mostra atrizes famosas, maquiadas, bem vestidas, enfeitadas, e exibe outra foto delas, ao natural, sem produção alguma, como se diz.  A diferença é tão grande que muitas vezes nem se reconhece quem é.  A imagem da pessoa enfeitada é bem diferente da pessoa real.

Acontece isto muitas vezes na área religiosa.  As pessoas se enfeitam e aparecem como não são. Quando vistas na vida real, não há semelhança entre as duas imagens, a produzida, e a natural. Há muita religiosidade artificial, apenas enfeite na vida da pessoa. Serve para exibir uma imagem bonita aos outros, mas no fundo, a pessoa não é aquilo. Às vezes, a pessoa real é até feia.

Por exemplo: no culto há quem seja bem exagerado nos cânticos, com gestos e balanço de corpo, de modo que todos vejam sua participação, mas sua vida fora da igreja não condiz com o que canta. Há também a bondade exibicionista, em que o bem é feito para a pessoa mostrar aos demais como é generosa. Mas, no fundo, a pessoa não se importa muito com os sofredores.

Jesus advertiu contra isto, como vemos no texto que inicia nosso estudo. O bem que fazemos não deve ser para nossa exaltação, mas por amor ao bem. Quem faz coisas boas para ser visto não recebe recompensa de Deus Pai. Fez por vaidade e não por amor. Este é o princípio básico na caridade: fazer o bem por amor e não por exibição. Fazer o bem por causa do necessitado e não para ser admirado pelas pessoas, ou como ensinam algumas religiões, para comprar a Deus. Praticar o bem pelo bem.  A bondade não deve ser utilitária, mas desprendida.

QUANDO, POIS …

Por isso Jesus diz: “Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa” (Mt 6.2). As esmolas faziam parte da religião de Jesus, em sua época.  Além de a pobreza ser grande, não havia amparo social para órfãos, viúvas, deficientes, etc.  As esmolas eram uma prática religiosa que ajudava essas pessoas a sobreviverem.  Mas não deviam ser feitas ao som de trombetas.

A linguagem é figurada. Uma trombeta soando chama a atenção. Tem som forte e estridente que logo é ouvido. Quem a ouve, sem esperar, logo procura saber o que ouve. Os hipócritas faziam assim nas sinagogas. Davam esmolas como ato religioso, na casa de Deus, mas querendo que os homens vissem. E faziam também nas ruas, para que os passantes os notassem. Tanto na sinagoga como na rua, num prédio ou em lugar aberto, faziam questão que todos vissem seu gesto. “Para serem glorificados pelos homens” mostra seu objetivo: receber louvor dos homens.  Por isso, como diz o versículo 1, não terão recompensa de Deus. Já receberam o que queriam, o elogio dos homens. Esta é a questão: fazemos as coisas para Deus ou para os homens? Para a glória de Deus ou nossa glória pessoal? Nossa vida cristã é direcionada para Deus ou para as pessoas?

O PADRÃO – DISCRIÇÃO

“Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita; para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mt 5.3-4).  A mão direita não saber o que a esquerda faz era um provérbio popular da época de Jesus para mostrar a discrição nos atos.  Quem ajuda alguém deve ser discreto.  Os atos de bondade do seguidor de Jesus devem ser discretos.

Sendo discreta, a bondade não aceita o soar de trombetas. A atitude do alarido é humilhante para quem recebe a esmola. Ao invés de ser algo discreto, é mostrado a todos. E a pessoa que recebe ajuda fica numa situação desfavorável. Todos a vêem como um desgraçado ou pobretão, um miserável.  A prática do bem é para Deus, não para auto-elogio de quem pratica nem para humilhação de quem recebe.

O exibicionista não recebe recompensa de Deus porque já recebeu os elogios dos homens, mas neste caso, sucede o oposto. Os homens não vêem, mas como foi feito para Deus, ele recompensa. Deus sabe quando foi feito para os outros e quando foi feito para ele. Deus gosta do “secreto”, daquilo que é feito sem trombeta. Por isso é bom evitarmos a religiosidade exibicionista, de maquiagem e arrumação para aparecermos bem diante dos outros.

E, QUANDO ORARDES…

Mas Jesus continua: “E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mt 6.5-6).

De esmolas ele encaminha seu assunto para a oração. De atos para com as pessoas, passa para a atitude diante de Deus. Os hipócritas gostavam de orar em pé nas ruas, bem mesmo nos cruzamentos de ruas. Não eram ruas como as nossas, mas eram muito movimentadas porque eram estreitas e as pessoas passavam a pé. De repente, o exibicionista parava no meio do caminho, levantava os braços, e começava a orar para que todos vissem sua espiritualidade. De novo a questão do exibicionismo, mas agora em nível mais dramático. Para quem esta pessoa orava?  Para os outros ou para Deus?  Para quem oramos, para quem cantamos, para quem desempenhamos tarefas na igreja? Para as pessoas verem nossa capacidade e nossa espiritualidade ou para Deus? Para sermos exaltados ou para bom relacionamento com Deus?

Mais uma vez Jesus mostra que quem age para ser visto pelas pessoas já recebeu sua recompensa. Deve-se orar para Deus, no secreto do quarto, que ele verá e recompensará. O Mestre não está invalidando a oração pública, pois ele orou em público. Nem dizendo que não se deve orar em pé.   A posição que assumimos na oração é irrelevante. Qual era a posição de Jonas, no ventre do peixe?  O que Jesus censura é a religião como enfeite, como um adorno para nossa vida. Tanto na prática do bem, que é a dimensão horizontal da religião, como na oração, que é a dimensão vertical da religião, ele nos mostra que devemos ser discretos.

TEU PAI, QUE VÊ EM SECRETO

Duas vezes Jesus usou esta expressão (vv. 4 e 6).  Assim ele ressaltou bem uma realidade: o nosso relacionamento com Deus não precisa ser trombeteado, mas deve ser diretamente voltado para ele. Isto não exclui os atos de cultos, a freqüência à igreja, a comunhão com os irmãos. Mas nos lembra que Deus vê em secreto. Deus vê no íntimo. Disse bem Davi: “Eis que desejas que a verdade esteja no íntimo; faze-me, pois, conhecer a sabedoria no secreto da minha alma” (Sl 51.6).

Deus deseja a verdade no íntimo. E nos conhece no íntimo. Ele sabe de nossas intenções. Jesus sabe quem somos, o que pensamos, o que está no nosso íntimo. Não é apenas o Pai que vê em secreto. O Filho conhece em secreto o que há dentro de nós: “E não necessitava de que alguém lhe desse testemunho do homem, pois bem sabia o que havia no homem” (Jo 2.25). Ele sabe de nossas intenções.

Por isso, preocupe-se em dar bom testemunho, em cultivar uma boa imagem junto às pessoas e em ter um procedimento correto diante delas. Mas não seja artificial nem hipócrita. Isto deve estar em seu coração, no seu íntimo. Não toque trombeta porque Deus não é surdo nem se ilude. Seja uma pessoa de fé, com bom relacionamento com Deus, e com boas ações, a partir de dentro. Não para se exibir às pessoas, mas como um ato de culto para com Deus.

CONCLUSÃO

O teólogo inglês John Stott cunhou uma expressão para designar o que ele considera uma doença da igreja contemporânea: “holofotite”. Segundo ele, é a ânsia que as pessoas têm em se colocar debaixo de holofotes para serem notadas e aplaudidas. Não seja assim conosco. Que os atos que mostram nossa fé sejam discretos. Que sejam vistos não para nosso engrandecimento, mas para a grandeza de Deus. Que ele brilhe, não nós.

Os reformadores usavam uma expressão latina, em seus escritos: Soli Deo gloria (“Para a glória de Deus”). Que seja um lema a reger nossos atos.

VOCÊ PODE ATÉ VIVER SEM JESUS, MAS MORRER SEM ELE SERÁ TERRÍVEL!

A PAZ DO SENHOR  A TODOS (AS)!



- Postado por: edisuely às 14h59
[
] [ envie esta mensagem ]

 

PRESENTES RECEBIDOS NA SEMANA





















width=190 align=baseline




Recanto das fadas





























width=380 align=baseline border=0>
width=561 align=baseline border=0>

 

">