::MENU SALAS::

DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA A SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS - BRASIL DIGA SIM A JESUS

80.000 VISITAS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS) AMIGOS(AS) - 80.000 VISITAS - OBRIGADA JESUS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS)AMIGOS(AS) - 80.000 VISITAS OBRIGADA JESUS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS)AMIGOS(AS) - 80.000 VISITAS - OBRIGADA JESUS - OBRIGADA BLOGUEIROS(AS) AMIGOS(AS)

::Perfil::


Sou Edimar Suely da cidade do Rio de Janeiro, Brasil.
Sou viúva, tenho 55 anos, um filho maravilhoso de 28 anos, chamado Alex e estou de bem com a vida. Sou recém-convertida, passei pelas águas há pouco mais de três anos e congrego pela denominação Congregacional.
Gosto: De Jesus, da Palavra, da oração, da minha família, de escrever (estou no momento, escrevendo mais dois livros - O que elas tinham que eu não tenho e Quero trabalhar, mas não tenho espaço),de postar mensagens em meu blog e visitar meus amigos virtuais, a maioria, mais chegados que irmãos.
Não Gosto: De "irmãos" que nada fazem e impedem que façamos; de "irmãos" maledicentes, que nos levam pra baixo com seus péssimos testemunhos; de "irmãos" que não levam Deus a sério; de idolatria; de "irmãos" que desconhecem o SIM e Não e de "irmãos" que tem o péssimo hábito de não devolver o que lhes é emprestado.

edi.suely@hotmail.com
edimarsuely@gmail.com
edi.suely@yahoo.com.br
edi.suely2@yahoo.com.br

::MASCOTES ADOTADOS PELO BLOG::




::FACA SEUS CONGRESSOS E VIAGENS COMIGO::

::MURAL 1::

 

::MURAL 2::

 

 

::MURAL 3::

      

::MURAL 4::


::QUE HORAS SÃO?::

Grande é o Senhor mp.Stop

 


Histórico:

- 05/09/2010 a 11/09/2010
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 01/08/2010 a 07/08/2010
- 04/07/2010 a 10/07/2010
- 27/06/2010 a 03/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 23/05/2010 a 29/05/2010
- 09/05/2010 a 15/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 11/04/2010 a 17/04/2010
- 04/04/2010 a 10/04/2010
- 28/03/2010 a 03/04/2010
- 21/03/2010 a 27/03/2010
- 14/03/2010 a 20/03/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 28/02/2010 a 06/03/2010
- 21/02/2010 a 27/02/2010
- 07/02/2010 a 13/02/2010
- 31/01/2010 a 06/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 27/12/2009 a 02/01/2010
- 06/12/2009 a 12/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 04/10/2009 a 10/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 06/09/2009 a 12/09/2009
- 30/08/2009 a 05/09/2009
- 23/08/2009 a 29/08/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:





Top Sites


Top30 Brasil - Vote neste site!
Concurso de sites Top30.






Créditos:
Lay: Sandra
Html: Cristiny On line

AINDA NÃO ACEITOU JESUS?

NENHUMA DESCULPA É ACEITÁVEL...
Quando procurar desculpas para Deus não usá-lo, lembre-se das seguintes pessoas:
1. NOÉ era bastante chegado à bebidas fortes;
2. ABRAÃO era muito velho;
3. ISAAC era um partidarista e até injusto;
4. JACÓ era mentiroso e inseguro;
5. LIA era feia, tinha defeito nos olhos;
6. JOSÉ foi escravo e assediado;
7. MOISÉS foi um assassino (como Davi e Paulo);
8. ESTER era órfã e prisioneira de guerra;
9. GIDEÃO era pobre e medroso;
10.SANSÃO era co-dependente e tinha cabelos muito grandes;
11.RAABE era prostituta;
12.DAVI era adúltero;
13.JEREMIAS e TIMÓTEO eram muito jovens;
14.ELIAS era depressivo - suicida;
15.ISAÍAS pregou nu;
16.JONAS fugiu de Deus;
17.NOEMI era viúva;
18.JÓ perdeu tudo;
19.JOÃO BATISTA comia gafanhotos;
20.JOÃO era muito introspectivo;
21.Os DISCÍPULOS dormiam, enquanto Jesus orava;
22.MARTA se preocupava demais com tudo;
23.FELIPE via dificuldades em tudo;
24.MARIA MADALENA era endemoniada;
25.O GAROTO com pães e peixes era um "notável" desconhecido;
26.A MULHER SAMARITANA teve muitos homens;
27.ZAQUEU era muito baixo;
28.PEDRO era impulsivo, temperamental e negou a Jesus 3 vezes;
29.MARCOS tinha desistido de tudo;
30.TIMÓTEO tinha úlcera no estômago;
31.TOMÉ tinha muitas dúvidas;
32.E LÁZARO - já havia morrido!!!

E agora, qual é a sua desculpa?
(desconheço a autoria)

 

 



Os três inimigos da Igreja

Há três ferozes inimigos do corpo de Cristo que, quando identificados, devem ser varridos da Igreja com zelo, porque geram destruição e abrem uma grande porta para o diabo trabalhar! São eles:

· Maledicência;

· Juízo (julgamento ao próximo);

· Falta de perdão.

Podemos perceber que estas três terríveis atitudes totalmente opostas às orientações que o Senhor nos dá provêm do orgulho.

Andrew Murray dizia que “o quanto de orgulho que você tem é o tanto de anjo caído que existe em você”. Pela força desta frase entendemos a gravidade de se permitir orgulhar. Quem tem orgulho dentro de si irá cometer um ou todos dos tipos de pecados citados acima.

A maledicência (=mal dizer, portanto, falar mal de uma pessoa), é um pensamento negativo que nutrimos a respeito de alguém expresso em palavras para um terceiro.

Quando me permito cometer tal pecado, devo discernir o que me motivou a proceder assim. Possivelmente, ou estou magoado com a pessoa citada ou tenho inveja da pessoa em algum aspecto (vida vitoriosa, ministério, caráter, etc.) de sua vida, ou, enxergo naquela pessoa algo que ainda não reflete a vida de Cristo nela.

O fato é que Deus tem para cada um de nós uma vontade boa, agradável e perfeita (Rm. 12:2b). Se não estamos experimentando isto, devemos nos apresentar diante de Deus com um coração sincero e humilde, reconhecendo todo o pecado! Este é o caminho da salvação. Rendo-me a Cristo, para Ele fazer o que quiser em mim.

Uma das coisas mais preciosas que a Igreja tem é o fato de haver Deus ter dado para cada um dos Seus filhos um talento, um dom a ser compartilhado com o corpo de Cristo! Se a Igreja tiver bilhões e bilhões de irmãos, cada um deles tem algo específico e peculiar para expressar da parte de Deus. Se isto não está acontecendo, precisamos avaliar se, de fato, estamos vivendo em dependência de Deus. Tiago 4:11 nos diz que “não devemos falar mal uns dos outros, pois aquele que fala mal do irmão ou julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; ora, se julgamos a lei, não somos observadores da lei, mas juízes”.

Além disso, a maledicência é uma fonte de inimizade e contendas entre irmãos!

Temos aprendido que não só o maledicente peca, mas o “ouvidecente” (aquele que ouve) também! Se dois irmãos, concordemente, resolvem pecar nisto, estão permitindo a semeadura da divisão do corpo de Cristo, e fecham o espaço para aquele irmão, que é o alvo da conversa, apresentar-se como discípulo de Jesus.

A maledicência é a expressão prática do julgamento, o segundo ponto que citamos. Jesus nos ensinou dizendo “Não julgueis, para que não sejais julgados” (Mt. 7:1).

O juizo é uma resposta de Deus às nossas atitudes, e apenas d´Ele! Ele não me deu a responsabilidade de julgar aos meus irmãos, justamente por eu ser igual a eles. Além disso, nós julgamos por aparência, enquanto o Senhor vê o coração. Quantos de nós já dissemos “não é querendo julgar, mas...”.

O Senhor nos diz que quando julgamos, seremos julgados. É uma sentença forte! Quando sentamos na cadeira de juiz, estamos transmitindo a sentença para nós mesmos, uma vez que do pecado que julgamos em nosso irmão, nós também fomos réus! Não devemos cair nesta tentação de julgar, Deus não nos permite!

O terceiro ponto citado é tão grave que o próprio Senhor produz uma sentença fortíssima sobre o homem que cai na tentação de não estender o perdão a seu irmão:

“Então, o seu senhor, chamando-o, lhe disse: Servo malvado, perdoei-te aquela dívida toda porque me suplicaste; não devias tu, igualmente, compadecer-te do teu conservo, como também eu me compadeci de ti? E, indignando-se, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que lhe pagasse toda a dívida.Assim também meu Pai celeste vos fará, se do íntimo não perdoardes cada um a seu irmão.” Mt. 18: 32-35

A sentença proferida pelo Senhor no texto acima é a de que o homem que não perdoou, fique preso, sob tortura, até saldar a sua dívida! Mas sabemos que a nossa dívida não pode ser paga por nós mesmos. Só o Senhor Jesus pode nos salvar do pecado que cometemos! Então, quando não perdoamos a alguém, estamos anulando a obra de Cristo em nossas vidas, desfazendo o milagre gerado por Ele na cruz e, conseqüentemente, rejeitando o perdão de Deus sobre nós mesmos, o que não nos leva a vida eterna!

Além disso, a falta de perdão gera mágoa e rancor, obras do diabo na carne. Ela é uma porta para não andarmos felizes e bem com o corpo de Cristo. Dificilmente alguém que retém o perdão, tem problema com uma pessoa só. A retenção do perdão se torna uma prática que se estende a outras circunstâncias e pessoas.

O caminho mais fácil.

Para cada uma das atitudes citadas acima, há um caminho melhor e mais fácil:

No lugar de falar mal de alguém, devemos ver a obra de Cristo na vida daquela pessoa, e louvar ao Senhor por isto! Ficaremos em paz com nossa consciência e livres para ser um canal de bênção para aquela pessoa, além de receber algo do Senhor por parte deste outro irmão!

Ao invés de julgar, podemos agradecer a Deus pela vida do nosso irmão, e pedir que o Senhor o faça prosperar a cada dia, para que a Igreja seja edificada por meio do Seu corpo. Se eu vejo algo que não está coerente com a palavra de Deus, posso chegar com humildade neste irmão e dizer ao mesmo que algo não foi agradável ao Senhor. Assim, mutuamente seremos edificados!

Quando ofereço o perdão, estou amando e estou cooperando para que os pecados sejam eliminados do meio do corpo de Cristo, “porque o amor cobre multidão de pecados” (1 Pe. 4:8b).

Sejamos a cada dia mais semelhantes a Jesus, que em todas estas coisas, manifestou a vida do Pai, e não se permitiu (mesmo sendo justo) reter o amor, a graça e o perdão de Deus!

Samir Machado

Como

destruir

a

teologia

da

prosperidade?

Hoje acordei com as seguintes questões em minha mente: Porque a teologia da prosperidade dá tão certo em nosso território? E como fazer para que ela possa perder sua força?


Cheguei a conclusão de que se grita muito em termos de teologia, demonstrando bíblicamente que ela é equivocada e fruto de uma visão deturpada de promessas divinas, entretanto, o povo continua seguindo suas desvirtuações. Isso tem uma razão, não tão simples, mas uma boa razão, a esperança. Pense num país como o nosso, com todas as suas disparidades sociais, onde muitos tem nada e poucos tem tudo. Todas as nossas mazelas que enfrentamos todos os dias, isso faz com que a teologia da prosperidade não somente tenha força, mas seja praticamente a única resposta plausível para toda essa barbárie que vemos hoje.

Estou defendendo tal teologia? De forma alguma. Acredito que ela não tem fundamento e se baseia em uma falsa esperança que não se alimenta, apenas depreda o ser humano que é envolvido numa rede egoísta de fé, mas o que seria do homem sem a fé e é essa a força motriz que lhe dá sustentação. Por outro lado, na contra-mão disso tudo, por que perdemos tanto espaço para essa desvirtualização do sagrado? Justamente porque não conseguimos dar uma resposta satisfatória para essas mazelas, se a teologia da prosperidade avançou é justamente por nossa inabilidade em se aproximar do povo mais pobre e oprimido, de acessar as entranhas de seus problemas, resumindo, intelectualizamos a nossa fé a tal ponto que perdemos o foco de Jesus, onde ele fala aos simples e luta por eles. No fim, a nossa religiosidade protestante se tornou um artigo fino e de luxo, somente para os "eleitos" e quem são esses eleitos? Olhem para suas igrejas e vejam a sua maioria, do que é composta? E pensem, onde estão os pobres e miseráveis desse mundo?

Queremos ver exterminada da face da terra a teologia da prosperidade? Então devemos descer de nossos pedestais teológicos e nos aproximar dos oprimidos, devemos ressignificar nossa fé elitista para uma fé que seja acessível ao pobre e miserável. Fé esta que é marcada pela prática e não pelas divagações.

Devemos também não nos ater aos debates infindáveis tentendo convencer os pais da teologia da prosperidade local a se dobrarem ante a "verdadeira" teologia, antes devemos lutar para que não haja espaço para essa teologia nefasta se frutificar, como? Lutando por mais ética e justiça, distribuição de renda, lutar por um país mais ético, onde não haja mais a distribuição da pobreza, mas da riqueza. Que haja terra para todos morarem e tenham condições de sobreviver. Devemos mostrar pelos nossos atos que estamos sonhando junto com esses necessitados de Deus e também assim como queremos um país melhor, devemos querer uma igreja melhor, mais ética, mais justa e que se importe de verdade com o próximo, onde todos tem espaço e não apenas as castas clericais, que esta seja uma igreja movida pelo amor, amor este que provém de Deus.

Esses são os primeiros caminhos para a derrocada da teologia da prosperidade.

Paz e bem
VOCÊ PODE ATÉ VIVER SEM JESUS. SE ASSIM O DESEJAR, MAS MORRER SEM ELE SERÁ TERRÍVEL!!!


- Postado por: edisuely às 13h30
[
] [ envie esta mensagem ]

 

PRESENTES RECEBIDOS NA SEMANA





















width=190 align=baseline




Recanto das fadas





























width=380 align=baseline border=0>
width=561 align=baseline border=0>

 

">